Eu poderia resumir esse post dizendo apenas: não se perca no caminho e ele estará interessado pra sempre por você. Mas você já me conhece e sabe que eu gosto de desenvolver o raciocínio né?

Então vamos lá…

VOCÊ JÁ SE PERGUNTOU POR QUE UM HOMEM PERDE O INTERESSE COM O TEMPO? Eu vou trazer aqui uma razão porque isso acontece com os homens (e também com as mulheres, em menor frequência).

Muitas vezes, para agradar ao outro, nós, mulheres, tendemos a mudar quem somos. E nem percebemos isso acontecer.

Começa assim, você conhece um cara, sai a primeira vez com ele, se apaixona e páh: passa a fazer as coisas que ELE gosta, passa a se vestir do jeito que ELE pede, começa a frequentar os lugares que ELE frequentava antes de vocês se conhecerem, se torna amiga das amigas DELE. Passa a tomar cerveja, em vez do vinho que você tanto gostava, afinal cerveja é o que ELE gosta.

Esses primeiros encontros se transformam em uma relação, os anos se passam e você já não se reconhece mais ali, você nem sequer se conhece mais, não se lembra do que você realmente gosta, qual sua música preferida, qual a sua bebida, restaurante, programa de TV preferidos….

Já parou pra pensar nisso?

Aposto que tem mais uma coisa na qual vc também não parou pra pensar:

Esse cara se sentiu atraído por você por algum motivo. Depois, ele se apaixonou por você por alguma razão… E qual foi esse motivo? Qual foi essa razão?

Eu te conto:

Foi simplesmente por você ser quem você é. Pela sua aparência, pela sua atitude espontânea, pelo seu sorriso, seu jeito de falar, de se comportar, por você gostar das músicas que você gosta, por você ter esse seu jeito que é só seu, pela forma como você olha, por você gostar do que você gosta. Ele se apaixonou pelo que você era ANTES de conhecê-lo.

E sabe o que essas mudanças todas podem gerar ao longo do tempo? Desinteresse dele pela nova pessoa que você se tornou. Afinal, você não é mais aquela mulher vibrante que ele conheceu…

E o inverso também é verdadeiro. Quando ele deixa de fazer tudo o que ele fazia para te agradar, para fazer todas as coisas que só você gosta, é bem certo que você também perca o interesse, se é que isso já não aconteceu com você. Mas os homens tendem a ser mais fiéis a eles mesmos que nós, mulheres.

O fato é que a pessoa muda tanto para agradar ao outro, que deixa de ter as qualidades que atraíram o parceiro no início da relação.

“Mas Luiza, se eu mudei para agradá-lo, por que ele não passou a gostar mais de mim? Por que isso teve efeito contrário?”

Complicado né? A verdade é que ninguém quer ter ao lado uma outra versão de si mesmo.

E isso não significa que você nunca mais poderá mudar seus hábitos, seus gostos, seus hobbies. Nem significa que você não fará nada para agradá-lo. Longe disso. Todos nós queremos e merecemos um agrado, sim. O que eu falo aqui é sobre mudar seu jeito completamente, deixar de fazer tudo o que você fazia antes, deixar de lado todos os seus gostos. Sim, estou falando de extremos, porque esse comportamento é muito comum em nós, mulheres.

E não agimos assim por falta de personalidade. Fazemos isso sem perceber, no modo automático, achando que estamos agradando, porque somos flexíveis e adaptáveis.

ATENÇÃO

Ser flexível e adaptável é excelente para uma relação leve e duradoura, a questão é quando somos tão flexíveis e tão adaptáveis, que deixamos de lado nossa própria personalidade.

EM UMA RELAÇÃO DURADOURA, a individualidade de cada um deve ser preservada, justamente para que a mulher por quem ele se apaixonou permaneça existindo ali, e não uma versão feminina dele mesmo.

O legal é sempre o equilíbrio, é legal ser fiel a sua verdade, ao que você valoriza e aprecia. E isso é legal sempre, desde o primeiro encontro. Não mude o seu comportamento ao longo da relação apenas para agradá-lo. Fazer coisas para agradá-lo é ótimo, trabalhar seus pontos de melhoria também é ótimo. Ser outra pessoa para agradá-lo é péssimo e não vai contribuir para uma relação saudável e duradoura. Pelo contrário, vai fazer ele enxergar ele mesmo em você.

SEJA QUEM VOCÊ É DESDE O INÍCIO. Seja fiel aos seus princípios, seja espontânea e verdadeira sempre. E assim, quando os primeiros encontros se transformarem em uma relação mais séria, você terá certeza de que ele está com você exatamente pelo que você é, pelo seu gosto musical, pelos seus amigos, pela sua história de vida, pelos locais onde você frequenta, pela sua essência. E se você se mantém fiel à você mesma ao longo do tempo, chances são que essa relação vai ser maravilhosa, eternamente.
SE VOCÊ JÁ FOI CASADA, talvez isso tenha acontecido com você lá atrás. Mas este não é o momento de você se sentir culpada, nem de ter raiva de você mesma. É a hora de você pensar “que bom que agora eu sei disso e posso fazer diferente”. Não se julgue, não se culpe, não pegue tão pesado com você mesma, porque eu tenho certeza que você fez o melhor que você podia fazer naquele momento, com o repertório que você tinha ali, com o que você conhecia sobre relacionamentos. Não queira refazer seu passado com base no que você sabe hoje sobre os homens e sobre relacionamentos. Deixe o passado onde ele deve ficar: lá no passado. Seja grata pelo que passou, foque no futuro que você deseja viver e pensamento positivo sempre. Você já é maravilhosa do jeito que é.

Gostou desse conteúdo? Então comenta aqui embaixo!!