Esses dias eu escrevi algo no meu instagram que gerou reflexões em muitas mulheres que acompanham meus conteúdos. Recebi algumas mensagens sobre isso e então decidi desenvolver um pouco mais o raciocínio e trazer aqui pra você também.

É sobre as limitações e oportunidades e aí vai:

Tudo o que acontece em sua vida, especialmente as coisas “ruins”, pode ser uma limitação ou pode ser uma oportunidade. Tudo depende de como VOCÊ encara a coisa.

Se você está sozinha, se foi traída, se foi abandonada, se foi enganada, se viveu muitas frustrações, eu não tenho dúvidas de que isso está doendo muito aí dentro de você.

Mas quero te mostrar que essa dor pode ser boa e pode te ajudar a conquistar o que você quer pra sua vida, dependendo de como você a enxerga:

1. “não aguento mais, homens não prestam, estou desacreditada, já tentei tudo, ninguém me quer, amor não é pra mim” (limitação); ou

2. “tudo bem, posso aprender com o que vivenciei, posso tentar coisas novas, posso aprender outras formas de agir, existem bilhões de homens no planeta, eu posso fazer diferente, eu vou investir em mim mesma, eu escolho acreditar que é possível” (oportunidade).

Todas as duas formas são difíceis e vão doer. Vão doer muito!!

A primeira dor, a dor das limitações, te faz vítima da sua própria vida, e traz consigo todos os piores sentimentos: incapacidade, culpa, frustração, raiva, infelicidade. Não tem solução, só a solidão.

A segunda dor é difícil também, a dor das oportunidades. Essa te faz criadora do seu sucesso. Mas dói! Dói porque você vai ter que percorrer um caminho novo, diferente de tudo o que você já fez antes, e só depende de você percorrer esses novos caminhos. E dói mudar, dói fazer diferente, dói sair da sua zona de conforto, dói ter sucesso.

Mas deixa eu te falar o que você vem junto com essa dor. O que você ganha depois de tanto doer.

A primeira dor, a dor das limitações, te leva pra um único lugar, te faz conquistar uma única coisa, que é…….. NADA, absolutamente nada diferente do que você já tem hoje. Você vai permanecer no mesmo lugar e tendo as mesmas coisas de sempre. Os mesmos homens que não valem a pena, as mesmas mentiras, as mesmas desculpas deles, os sumiços de sempre, a frustração e a insegurança que você vive hoje. Os mesmos ciclos indesejados que você tem repetido em sua vida amorosa.

Já a dor das oportunidades… essa te leva ao crescimento e evolução de você mesma e consequentemente de tudo (e todos) ao seu redor. Essa te faz sentir segura, poderosa, confiante, sem medos. Encarar o que te acontece como “oportunidades” faz você percorrer novos caminhos, abrir outras portas, conhecer novas pessoas, lugares e sentimentos. A dor das oportunidades te tira da zona de conforto, te faz mais forte e faz você ter uma vida com significado e intensidade e é ela que traz o resultado que você está buscando neste momento: encontrar alguém que queira estar com você por inteiro, que assuma um relacionamento, um homem que combine com você e com os seus ideais, que seja sincero, leal, companheiro.

Mas não posso mentir, todas duas doem. Doem muito! E é você, e só você, que pode escolher como vai encarar a sua vida e todos os problemas que têm surgido aí. Só você pode escolher que dor você quer sentir, a dor das limitações ou a dor das oportunidades. A dor de ser vítima da sua própria vida ou a dor de ser criadora do seu sucesso.

E aí, que dor você escolhe viver? Deixe um comentário aqui embaixo me contando.