“Quem eu quero não me que!” É comum essa frase vir acompanhada daquele famoso “e quem me quer eu não quero”. Porque pior do que não ter a atenção de quem a gente quer, é ter aquela pessoa pra quem você não está nem aí, pegando sempre no seu pé, impedindo você até de respirar, não é mesmo?

Mas será que as coisas precisam andar sempre tão na contramão? Será que não pode ser tudo mais simples?  

Pode, e eu vou explicar direitinho no vídeo abaixo.

Por que quem eu quero não me quer? Por que chamamos a atenção daqueles pessoas para quem não damos a mínima? E por que travamos, logo na presença de quem queremos impressionar?

O porquê isso acontece é muito simples e eu vou explicar nesse vídeo.

Nós somos espontâneos com as pessoas que não nos interessam, justamente porque não estamos preocupados. Naquele momento nós estamos pouco interessados se estamos agradando ou não. E então fica muito mais fácil mostrar as coisas boas que temos.

Resumindo, quando agimos naturalmente, mostramos como realmente somos, e é isso que atrai as pessoas ao nosso redor.

E é aí que está o segredo!

Neste vídeo você verá que não existe nada mais atraente do que a espontaneidade.

Mas ao contrário – e eu explico essa questão no vídeo – quando tentamos impressionar, ficamos muito tensos. Dessa forma, acabamos por parecer muito rígidos. E isso, convenhamos, não atrai ninguém.

Então, todos os nossos planos de conquista vão por água abaixo.

Mas como resolver esse impasse?

É o que eu mostro também no vídeo.

Assista até o final e veja que não é tão difícil. E que ser espontâneo é mais fácil do que se imagina. Basta saber usar aquelas qualidades que você tem naturalmente e que são capazes de despertar o interesse de tanta gente.

PS.: Me conte se faz sentido isso para você, vou adorar saber. Acessa a área de comentários e deixe sua opinião.

PPS.: Não se esqueça de baixar o Guia dos Encontros e descubra as 5 técnicas que mulheres comuns tem usado para se tornarem inesquecíveis no primeiro encontro.